Descrição

========================================
Censura: 12 Anos
Gênero: Ação, Suspense e Terror
==============================================
Comentem, Por favor!
Obrigado!
============================
Coments, Please!
Thank You!

terça-feira, 26 de abril de 2016

EPISÓDIO II – O SURGIMENTO DE X THE DEVIL'S HUNTER

Recuando para se afastar do grupo que avança sobre ele, Thiago acaba tropeçando e caindo de costas no chão, aproveitando a oportunidade, o grupo, literalmente, salta sobre ele e começa a golpeá-lo com socos forte. Thiago tenta se proteger cobrindo o rosto e o corpo com os braços, então o grupo segura os braços de Thiago apertos, imobilizando-o, em seguida o líder daquela gang saca uma adaga afiadíssima, e faz movimento como se fosse apunhalar o peito de dele, para matá-lo. Então, quando Thiago fecha os olhos e acha que será o seu fim, ele dá um berro alto, de desespero, quando o golpe da adaga encosta em seu peito, a adaga é repelida como se tivesse batida em um escudo, logo o corpo de Thiago começa a ser envolvido em uma película de luz azul, como se fosse uma energia azul misteriosa e protetora, seus olhos começam a ficar iluminados em azul, como se fossem duas lanternas mesmo, então parecendo estar sendo controlado por alguma coisa, faz movimentos com os braços pra afastar os caras que prendiam seus braços, e do nada ele fica ereto, começa a sentir uma forte dor no peito, em seguida ele abre os braço berrando alto, e de dentro do seu peito a esfera negra, a mesma do templo, sai de dentro do seu peito, destruindo o osso do peito e ficando exposta, em seguida, aos berros, de braços abertos, e ao invés de sair sangue, por ter tido o peito aberto pela esfera, começa a sair uma gosma azul escura da onde a esfera saiu, a esfera brilhava como se fosse algo viva, como se tivesse orquestrando tudo o que estava acontecendo. Em seguida, a gosma azul escura começa a envolver totalmente o corpo de Thiago, como se fosse uma espécie de armadura, ao envolver todo o seu corpo com a gosma azul escura, parecendo estar controlado pela esfera negra, Thiago levanta o seu braço direito para os céus, e girando sua mão aberta no sentido horário apontando a palma da mão para o céu, como se tivesse abrindo alguma coisa, como uma torneira, um vórtice de luz azul de abre dos céus, sobre ele, envolvendo-o em uma luz azul que saia do vórtice, Thiago abre os braços, em seguida, do vórtice caem várias lâminas vermelhas em formato de x, um x pequeno se acopla na frente da esfera negra em seu peito, como se fosse uma grade pra não deixar a esfera cair de seu peito, outras lâminas começam a se acoplar ao corpo de Thiago, um x enorme nas costas que se fecha sobre seu peito, como se tivesse sido abraçado pelas costas pela lâmina, outra lâmina se encaixa em seu rosto de frente, como se fosse uma máscara, se fechando na nuca, outras lâminas nos antebraços, onde geralmente se seguram escudos, também as lâminas abraçando e fechando sobre seus antebraços, outras lâminas na parte da frente da canela, fechando atrás na panturrilha, luvas que vão até o cotovelo que terminam em um vinco vermelho, botas que vão até cima do joelho que terminam em um vinco vermelho, um cinto preto, com um encaixe de um círculo com um x vermelho, como está no logo do blog, caem 2 armas de fogo que se encaixam nas laterais do cinto, duas espadas cruzadas nas costas, com um encaixe semelhante ao do cinto, e seus olhos são iluminados por uma luz azul, e todas as laminas vermelhas que estão em contato com o seu corpo agora começam a ser percorridas por um filete de energia azul que percorre o contorno das lâminas. Thiago, cruza os braços a frente do seu peito formando um x, e abre os braços, descendo os braços rapidamente para a lateral do corpo e diz com uma voz grossa:
-X The Devil’s Hunter, pronto para a ação!
(Lembrando que X (maiúsculo) lê-se écs, tipo X-Men, x (minúsculo) é xis mesmo.)
Ao dizer isso num flash branco o vórtice é fechado.
Então vendo aquilo o grupo, agora furiosos, partem novamente para cima de X, agora todos sacando adagas e armas brancas para matá-lo rapidamente. Então X saca suas armas de fogo de seu cinto e diz:
- X-Guns, preparar!
Então suas armas de cor azul escuro, que é possível ver o seu interior vermelho, começa a ser preenchido de energia azul, o mini símbolo, do círculo com o x, na lateral da arma, o círculo, começa a piscar freneticamente como se realmente fosse algo vivo, assim como a esfera no peito de X.
Assim que as X-Guns são preenchidas de Energia X, ou X-Energy (energia azul, que também está no interior da esfera em seu peito, e nos contornos das lâminas) que é instantaneamente. Em seguida ele diz:
- X-Guns, disparar!
X começa a disparar contra o grupo e atingindo alguns indivíduos, assim que são atingidos, parecem que acabam virando pó, pois literalmente desaparecem aos olhos de todos, X corre de encontro ao grupo, sempre atirando contra eles. Porém, após alguns disparos, X se percebe bem mais cansado do que deveria, por ter percorrido, apenas uma pequena parte, correndo, então ele guarda as armas no cinto, em meio a batalha, então saca suas espadas de lâminas vermelhas, com o suporte da lâmina (o lugar entre a lâmina e bastão de segurar, também, assim como no cinto e na arma e no suporte das costas das espadas, tem o mesmo símbolo).
Assim que ele saca as espadas ele as cruza a frente do corpo e diz:
- X-Kaliburs, preparar!
Assim como as armas, as lâminas das espadas vermelhas começam a criar um filete de X-Energy que percorre o fio das lâminas. Assim que a energia termina de percorrer todo o contorno das lâminas das espadas, o que também acontece de forma instantânea, ele descruza as espadas deixando-as na lateral do corpo, então dispara contra o grupo, que também está correndo contra ele. X, ainda meio desajeitado no manejo das espadas, começa a golpear alguns indivíduos, que assim como os disparos das X-Guns, quando as lâminas tocam nos indivíduos daquele grupo, eles se dissolvem instantaneamente em pó. Assim que ele termina de golpear todos. O líder do grupo fica sozinho encurralado entre a parede do templo de mármore preto e X, ele começa a sofrer alguma mutação estranha, a pele dele que inicialmente era branca, de um ser humano comum, começa a ficar vermelha, e seus olhos completamente negros, parecendo estar realmente muito furioso. Sem pensar duas vezes, ele saca as duas catanas de suas costas, e no momento de desespero corre gritando contra X, empunhando as espadas nas mãos, levantando as mãos como realmente fosse golpear fatalmente X, assim que ele se aproxima, sem hesitar, rapidamente guarda as X-Kaliburs nas costas, e rapidamente saca novamente as X-Guns e quatro disparos são ouvidos vindo 2 de cada arma, alternando as armas. E assim que se cruzam na corrida, o homem vira pó também, e a única coisa que passa pelo X, é o pó de que o homem era feito e as espadas caem no chão, fincando a terra abaixo dele. Porém dessa vez duas mini esferas de energias estranhas, saem daquele homem, uma esfera de energia branca e uma esfera de energia vermelha. X, exausto da batalha, assim que ele toca na esfera de energia branca no chão, parece que seu folego é recuperado, e assim que ele toca na vermelha, ele se sente mais confiante ao manejar as armas e espadas, como se adquirisse um pouco da experiência de manejo das espadas e técnicas de luta, porém suavemente imperceptível. Ainda meio desnorteado, não sabendo muito bem o que acabara de acontecer, parecendo mesmo que foi controlado esse tempo todo, X diz:
-O que aconteceu aqui?! Quem eram esses homens? Que coisa estranha que aconteceu aqui? Viraram pó? E o que saiu do líder do grupo?
Pensava em voz alta...
Então uma voz meio robótica, masculina é ouvida...:
- Ora, ora, ora, foi melhor do que eu imaginava...
Assustado X responde:
-Quem é você?! Da onde está falando?! Apareça, seu maldito?! Seja da onde for!?
Parecendo desesperado pelo que aconteceu apouco.
-Não tem como eu aparecer...
A voz responde:
-E o que você quer?!
-Ajudar...
-Como você vai ajudar, se nem sei onde você está?
-Basta olhar para o seu pulso esquerdo...
Ao olhar X, nota o seu relógio, que ele usava como Thiago, e que ele olhou dentro do templo, se modificou totalmente, agora parecendo um smartwatch bem fino, porém parecia estar fechado com uma espécie de tampa azul escura com o símbolo do X em alto relevo, e do nada a tampa se vira revelando uma tela de cristal-líquido sensível ao toque, igual um smartwatch moderno mesmo, com o papel de parece com o símbolo do X e com o fundo azul escuro. Então uma voz é ouvida:
-Achou?
Ao falar isso na tela do relógio umas ondas circulares se abrem como fossem ondas sonoras, demonstrando e quem falava era o relógio mesmo.
-...Ta bom... um relógio falante essa é boa mesmo...
X, diz ironizando a situação.
-E não, não sou um relógio, posso parecer um objeto, mas esse objeto tem nome e se chama X-Computer. No caso EU ME CHAMO X-Computer.
-Sei... e o que você quer comigo? Como vai me ajudar? E me conta logo o que aconteceu aqui!
-Calma, calma tudo será explicado e tudo apenas começou.
-Começou? Como assim? Não acabou não?!
-Não, na verdade acabou de começar!
-Dá para você me falar que está acontecendo? Quem eram aqueles caras? E olha só estou ficando louco mesmo, eu conversando com um relógio falante, devo estar maluco mesmo...
-Se você não me respeitar fica difícil sabia? Pois bem... Thiago.... Ou melhor, nessa forma como você se chama X The Devil’s Hunter, como deve ter percebido. Ou no caso para encurtar somente X. Então no caso, aqueles caras não eram caras, ou no caso seres humanos. Eram demônios de categoria simples, ou fracos. Liderados por um líder de categoria um pouco superior.
-Demônios? Isso existe? E por falar nisso...
X olha ao redor e não se vê mais na cidade ruída que estava no começo, a cidade parece nova e tudo bem construído, apesar de serem feitas apenas de pedras e mármore no caso do templo. X continua a falar:
-... onde eu estou?!
X-Computer responde:
-Você está na Dimensão Paralela.... E sim aqueles caras eram demônios.
-Desembucha de uma vez! Fala o que está acontecendo!
-Calma X, que eu explico tudo. Pois bem tudo começou, graças a você. Não que isso seja algo realmente bom ou favorável. Quando você tocou na esfera negra, você abriu a porta para esta dimensão. Na verdade, a esfera negra é a chave para essa dimensão, mas ao mesmo tempo contém poderes que a X-Energy, essa energia que percorre o seu corpo agora lhe fornece, mas também era a prisão de vários demônios poderosos. Resumindo, com ela você foi conseguiu o acesso a dimensão paralela, na qual você se encontra agora, você adquiriu os poderes fornecidos pela X-Energy...
-Você disse que ERA a prisão de vários demônios? O que aconteceu com os demônios que estavam lá dentro?
-Você os libertou....
-Resumindo.... Agora eu vou ter que recapturá-los para dentro da esfera de novo?
-Não, dessa vez você terá que matá-los, pois eles já figuram uma vez, graças a você.... E não podemos correr o risco de eles escaparem de novo.... Por tanto a partir de hoje você será X, O Caçador de Demônios. Sua missão é caçar e eliminar os demônios que você soltou, eu posso lhe ajudar, porém eu estou desatualizado, esqueci muitas coisas, por estar desativado por tanto tempo, e conforme avançar as missões poderei me aprimorar e até relembrar de coisas passadas e aprender coisas novas. Claro que você e eu vamos começar do zero.... Ou seja, para evoluirmos precisamos trabalhar em equipe e em conjunto.... Conto com a sua colaboração e apoio X.
- Legal....
X, ironiza e pergunta:
- E se eu me recusar?
-Bem, então a Dimensão Real, onde você e sua família vivem, pode ser fundida a esta dimensão, a Dimensão Paralela, onde os demônios foram libertos, e poderá ser o fim das duas dimensões...
-Certo, pelo visto não tenho outra escolha, se não me tornar o caçador de demônio que tanto pede..., porém, no momento estou exausto e cansado... quero eu retiro essa armadura e descansar um pouco depois dessa batalha. Como que eu retiro a armadura?
X pergunta.
-Basta dizer: X-Armor desativar!
X-Computer demonstra e X experimenta dizendo:
-Vejamos... X-Armor, desativar!
Então, em um flash, X volta a ser Thiago, e a esfera volta para o interior do peito dele. Voltando ao que era antes de usar a armadura, porém, se sentia um pouco mais forte e confiante, e parece que com isso a sua gagueira diminuiu ou sumiu temporariamente. Então Thiago diz:
-Certo! Mas agora quero voltar para a minha dimensão e ir para casa e depois eu prometo e volto para a Dimensão Paralela e faço o serviço de ser o caçador de demônios, e prometo caçar e matar os demônios que eu libertei.... Agora, como eu faço para voltar para a Dimensão Real, no caso a minha dimensão?
-Simples, diga X-Teleport agora! E imagine o lugar onde quer ir e se é nessa dimensão ou na outra e você vai para lá, lembrando que você só poderá ir para onde você já esteve fisicamente antes, para saber exatamente onde você vai pisar. Resumindo, por enquanto o seu ponto de partida para as duas dimensões é o templo de mármore preto onde a esfera negra estava, tanto na dimensão real quanto na dimensão paralela, para atualizar a lista de lugares, a partir de agora deve andar comigo, X-Computer, registrando os lugares onde você for, para memorizar e o X-Teleport começar a funcionar bem. Portanto, agora experimente usar o X-Teleport para o templo negro da dimensão real, onde você já esteve antes, para poder voltar para a dimensão onde fica a sua casa.
-Certo! Vamos lá então! X-Teleport, agora!
E Thiago aperta no X-Computer para acionar o teletransportador para o templo negro da dimensão real, porém invés de ele acontecer alguma coisa e ele conseguir sair do lugar, do X-Computer apita como se tivesse feito errado ou com comando indevido, então na tela do X-Computer aparece a mensagem: Impossível concluir o X-Teleport! Motivo: Proximidade Suspeita, e um radar aparece na tela mostrando alguns pontos vermelhos a 8 quilômetros ao sul.
Thiago assustado pergunta:
-Que isso?!
-Ah sim.... Fiquei tanto tempo desativado que tem coisas que eu acabei esquecendo de algumas coisas, como tinha dito antes.... O X-Teleport só funciona também se não tiver nenhum demônio ou inimigo por perto, este é o X-Radar, ele detecta qualquer coisa num raio de 100 quilômetros, mas por falta de aprimoramento ele, por enquanto só consegue detectar demônios, conforme você for usando ele, vai se aprimorando e aprendendo junto com você.
-Então, o que eu faço?
Então o X-Computer diz:
-Primeiro você deve eliminar qualquer ameaça que possa estar perto de você, para depois poder utilizar o X-Teleport para voltar para casa.
Thiago meio decepcionado com a notícia:
-Ah.... Tudo bem.... Se é assim....
Thiago um pouco mais animado e confiante, por imaginar a aventura que o espera, diz:
-Deixa comigo! Se eu tenho que fazer eu farei! Que venham os desafios!
Aparentemente mais confiante e com sede de ação, parecendo que realmente algo mudou nele desde que sentiu a X-Energy vinda da esfera. Então Thiago começa a caminhar em direção aquele lugar onde mostrava no X-Radar e assim se inicia a missão e a aventura de Thiago/X The Devil’s Hunter em procurar e caçar os demônios que ele mesmo libertou na Dimensão Paralela, na esperança de manter as duas dimensões a salvo. O que será que o espera nessa aventura? Que perigos o aguardam?
CONTINUA...



segunda-feira, 25 de abril de 2016

EPISÓDIO I – A MISTERIOSA ESFERA NEGRA

Século XXI; Cidade de Silverlake, uma cidade-ilha, certada de pontes que dão acesso ao continente e outras cidades ao redor, fica em um arquipélago, com inúmeras ilhas, algumas já exploradas, outras nem tanto.
Tudo começa com um garoto chamado Thiago Sanjyakomo, um jovem com 17 anos de idade, cabelos castanho-escuro cacheados, pele clara, olhos castanho-escuro, altura 1,75, estuda no colégio de Silverlake, é um jovem calmo, porém aparentemente amedrontado, sempre zombados por todos na escola por ser gago.
Tem um irmão mais novo chamado Skylin Sanjyakomo, de 8 anos de idade, cabelos mais claros que seu irmão, quase loiros, curioso e agitado como qualquer garoto dessa idade e olhos verdes.
Seus pais viajam muito ao exterior a trabalho e raramente vem para casa para ver os filhos, no máximo, fazem um telefonema esporádico. Thiago, praticamente cuida da casa e do seu irmão sempre sozinho.
É de manhã, por volta das 8 horas e Thiago está no ônibus municipal que vai até a sua escola. Ao chegar na escola, já começam o bullying a tiração de sarro. Todos estavam enfileirados perto de alguns ônibus de excursão, hoje teria excursão para a aula de história, iriam visitar as ruínas de uma cidade recém-descoberta, a pelo menos 1 ano, que foi nomeada de Stonelake, ao sul de Silverlake, uma ilha também é isolada do continente sendo ligada apenas por uma ponte, que foi usada pelos exploradores, e adaptada para visitas escolares. No ônibus da excursão continuam o bullying e a zoação. Chegando em Stonelake, o professor e o guia começam uma expedição, para conhecerem o que descobriram, uma grande parte da cidade em ruínas bem antigas, casas feitas de pedra. Conforme a expedição e as explicações continuam. Por volta das 11:30 chega outro ônibus da escola desta vez trazendo o pior grupo de baderneiros da escola, liderados por um dos piores alunos da escola, em questão de comportamento, seu nome é Heithor Sthanly, um garoto de 18 anos, bem mais forte que Thiago, que já lhe causou sérios problemas na escola. Ele e sua gang percebem que Thiago está distraído e meio afastado do resto do grupo, Heithor, não resiste e agarra Thiago pela alça da mochila e é arrastado para longe do grupo, Thiago tenta pedir ajuda porem o grupo de Heithor aproveita a distância que está do grupo e acaba nocauteando Thiago, que desmaia.
Ao acordar, Thiago não consegue enxergar nada, está tudo muito escuro. Ele olha no relógio e já haviam se passado mais de 7 horas desde quando desmaiou. Conforme ele vai recobrando a consciência, com ajuda de uma singela luz azul que não sabia da onde vinha, ele se vê dentro de uma construção de pedras preta gigante, desesperado ele corre para as portas duplas de mármore preto maciças, ele soca tentando abrir empurra e não consegue nem mover do lugar, em desespero pensando que o professor e os outros o deixariam lá. Thiago fica de costas para a porta para tentar empurrar uma última vez. Porém quando ele olha para o fundo da casa, ele enxerga a suave luz azul emanando de algum lugar no interior da construção. Ele começa a caminhar e nota um imenso corredor com várias estátuas de mármore preto uma de frente a outra forçando um corredor, e nas laterais vários bancos de mármore preto, várias dessas estátuas possuem algumas formas de espécies estranhas, porém como estava tudo em ruínas mal dava para saber exatamente o que era. Notava-se que estava dentro de um templo estranho e antigo.
Conforme avança para o fundo do templo ele se depara um pequeno lance de escadas que dá acesso a uma espécie de altar, onde nele havia um pilar totalmente entalhado com formas estranhas por estar em ruinas não dá para reconhecer nada, e em cima do pilar uma esfera estranha parecia vidro ou cristal porem dentro estava a singela luz azul, porém conforme Thiago se aproxima, essa luz começava a ficar mais forte e intensa parecendo uma energia maciça e estranha. Thiago tenta resistir à tentação de tocá-la, ao aproximar um pouco mais a mão da esfera ela brilhava cada vez mais forte, porém quando afastava a mão a luz ficava mais fraca, parecia que estava pedindo para ser tocada, ou dando um aviso para afastar. Porém não resistindo, Thiago coloca sua mão direita sobre a esfera e do nada uma forte luz emana dela, e de repente ela dispara de contra o peito de Thiago, o impacto e energia era tão poderoso que ela lança Thiago do altar até as portas, por fim destruindo as portas com o impacto entre as costas de Thiago e as portas enormes e a esfera continua empurrando contra o peito dele. E o impacto e o disparo foram tão fortes que Thiago desmaia novamente, sobre as portas caídas no chão pelo impacto violento. Algumas horas depois...
Thiago meio zonzo depois do impacto violento da esfera, que pelo jeito sumiu. Thiago levanta, e se depara com um grupo estranho de pessoas se aproximando dele. E um do grupo, olha de forma totalmente estranha para ele e diz:
-Oba, carne nova pessoal! Ataquem!
Thiago desesperado cobre o rosto com as duas mãos e se agacha enquanto o grupo avança para cima de Thiago.

CONTINUA...

X THE DEVIL’S HUNTER –DEFINITIVE EDITION– PRÓLOGO – A LENDA

Numa época onde humanos e diversas criaturas viviam em harmonia, uma nova espécie de criatura surge misteriosamente, diferentemente das outras espécies, essa espécie de criatura era maligna, agia nas sombras e sempre à espreita. Enojados desta paz que reinava no mundo, essa espécie maligna começa a se agrupar e gerar conflitos entre os humanos e outras espécies que antes viviam em paz, influenciando e começando a corromper os demais. Até o ponto onde uma guerra generalizada e desenfreada estoura. Muitos humanos e criaturas começam a guerrear entre si. O que antes era amizade e paz, deu lugar ao caos, a desordem e a guerra, separando cada um em seu grupo de espécies, e ainda fazendo espécies lutarem contra si mesmas. No ápice da guerra, onde ninguém mais tolera o diferente e os outros. Uma nova raça surge para tentar reestabelecer a ordem. Porém, todos parecem estar tão corrompidos de ódio que nem ao menos tentam se lembrar do porquê que antigamente a paz reinava. Não suportando mais tanta matança. O líder dessa nova raça, para tentar reestabelecer a ordem de uma ver por todas, ele estende os braços para os céus, e uma luz forte começa a emanar. O brilho tão intenso que cega temporariamente todos que estão em meio a batalha. Após a luz forte enfraquecer, a única coisa que sobrou foram as ruínas da cidade onde a batalha ocorreu, e um templo de mármore preto se formou misteriosamente no meio da cidade. A cidade, as ruínas, as guerras e a esta geração de humanos e criaturas foram esquecidas no tempo. Tudo o que se soube disto ficou no passado e se tornou apenas uma lenda.
Cinco mil anos depois...

Sejam Bem-Vindos

Sejam Bem-Vindos à mais nova versão de X THE DEVIL'S HUNTER -DEFINITIVE EDITION-, espero que gostem e agradem a todos...